Bolsa de Valores de Mocambique
CDM 200,00
CMH 800,00
CETA 120,00
EMOSE 20,00
ZERO 20,00
OT-2005-S2 8.00%
BCI-2009-Sub 17.1875%
MOZA-BANCO-2013-Sub 14.50%
CPC-2014-S1 27.25%
CPC-2014-S2 26.75%
OT-2017-S4 27.50%
Visabeira-2015 23.50%
OT-2015-S1 10.00%
OT-2015-S2 10.00%
OT-2015-S3 10.00%
OT-2015-S4 10.125%
OT-2015-S5 10.50%
OT-2015-S6 10.50%
STB-2015-S1 25.00%
STB-2015-S2 23.50%
STB-2015-S3 27.00%
BNI-2016-S1 19.75%
BAYPORT-2016-S1 27.25%
BAYPORT-2016-S2 31.250%
OT-2016-S1 11.00%
OT-2016-S2 12.75%
OT-2016-S3 19.1875%
OT-2017-S1 27.00%
OT-2017-S2 27.9375%
OT-2017-S3 27.00%
Millennium-BIM-2017 23.00%
BAYPORT-2017-S1 26.25%
OT 2017 S5 27.50%
OT 2017 S6 24.00%
OT 2017 S7 24.00%
OT 2018 S1 19.00%
OT 2018 S2 10.00%

  

Uma Bolsa de Valores que quer estar calibrada para turbinar o sistema financeiro moçambicano.

Apesar do momento menos favorável da economia moçambicana, o ano de 2017 foi marcado pela realização de actividades que sinalizam uma fase de expansão e maior visibilidade institucional.

A capitalização bolsista, um dos principais indicadores das Bolsas, teve um crescimento de 16,2%, ao passar de 61.897 para 71.916 Milhões MT, enquanto que o número de títulos e de titulares registados na Central de Valores Mobiliários cresceu de 17,9% e 13,3% respectivamente. Estes indicadores só foram ultrapassados pelo índice de liquidez de mercado que de 2016 para 2017 cresceu 73,2% e pelo volume de transacções na bolsa, passou de 2787 para 5608 Milhões MT, correspondente a um crescimento de 101,2%. Veja mais na nossa Newsletter Edição 1 - 2018. 

 



Clique aqui para Subscrever e Receber Mensalmente a Newsletter