Bolsa de Valores de Mocambique
CDM 215,00
CMH 800,00
CETA 120,00
EMOSE 20,00
ZERO 20,00
OT 2005 S2 8.00%
BCI 2009 Sub 16.5625%
Moza Banco 2013 Sub 14.50%
CPC 2014 S1 22.75%
CPC 2014 S2 22.25%
Visabeira 2015 23.50%
OT 2015 S4 10.125%
OT 2015 S5 10.50%
OT 2015 S6 10.50%
STB 2015 S1 22.50%
STB 2015 S2 22.50%
STB 2015 S3 22.50%
BNI 2016 S1 19.75%
Bayport 2016 S1 27.25%
Bayport 2016 S2 27.2500%
OT 2016 S1 11.00%
OT 2016 S2 12.75%
OT 2016 S3 19.1875%
OT 2017 S1 17.875%
OT 2017 S2 17.50%
OT 2017 S3 17.9375%
OT 2017 S4 27.50%
OT 2017 S5 27.50%
OT 2017 S6 24.00%
OT 2017 S7 24.00%
CM 2017 27.00%
Millennium BIM 2017 18.00%
Opportunity Bank 2017 S1 21.50%
OT 2018 S1 19.00%
OT 2018 S2 10.00%
OT 2018 S3 10.00%
OT 2018 S4 10.00%
OT 2018 S5 16.00%
OT 2018 S6 16.00%
Opportunity Bank 2018 S1 22.00%
Bayport 2017 S1 27.00%

No âmbito da estratégia de contacto com as Províncias, o Presidente do Conselho de Administração da BVM,

Salim Valá, acompanhado de uma equipe técnica da BVM, escalou a Província de Maputo, de 16 a 19 de Outubro do ano corrente.

Durante a deslocação, a delegação da BVM, interagiu com os dirigentes Governo da Província, empresários, investidores, funcionários públicos e estudantes de nível técnico e superior e visitou algumas empresas. 

Salim Valá, orientou uma palestra na Universidade Utiwi – (UNITIVA) subordinado ao tema “Bolsa de Valores e Promoção do Empreendedorismo na Província de Maputo: O papel inovador das Universidades”. Na sua intervenção, exortou aos estudantes a serem mais ousados e levar a cabo os seus próprios negócios por forma a dinamizar a economia da Província e a ter consciência que a Bolsa de Valores de Moçambique é um instrumento financeiro disponível para os jovens empreendedores. 

Ainda na senda da visita, a BVM participou na Conferência Económica do Distrito de Namaacha, presidido por S.Excia o Governador da Província de Maputo, Raimundo Diomba, em que o PCA da BVM, apresentou o tema Desenvolvimento Económico Local e Promoção da Agro-indústria em Namaacha: A prespectiva de Financiamento”, tendo instado aos empresários a cotar as suas empresas na Bolsa e induzido os potenciais investidores a aplicar as suas poupanças nas empresas admitidas na Bolsa.

Terminou a sua interevnca0o desafiando os Directores Provinciais das áreas económicas a mobilizar empresas da área a cotar-se em Bolsa.