Bolsa de Valores de Mocambique
CDM 200,00
CMH 890,00
CETA 120,00
EMOSE 20,00
MATAMA 375,00
ZERO 10,00
OT-2005-S2 8.00%
BCI-2009-Sub 28.375%
CM-2013-S1 27.25%
CM-2013-S2 26.75%
OT-2013-S4 9.875%
CPC-2014-S1 13.0%
CPC-2014-S2 12.5%
OT-2014-S5 10.0%
OT-2014-S6 10.75%
OT-2014-S7 10.25%
OT-2014-S8 10.125%
Visabeira-2015 13.0%
OT-2015-S1 10.0%
OT-2015-S2 10.0%
OT-2015-S3 10.0%
OT-2015-S4 10.125%
OT-2015-S5 10.5%
OT-2015-S6 10.5%
STB-2015-S1 27.75%
STB-2015-S2 27.0%
STB-2015-S3 27.75%
BNI-2016-S1 24.0%
BAYPORT-2016-S1 32.0%
BAYPORT-2016-S2 32.5%
OT-2016-S1 11.0%
OT-2016-S2 12.75%
OT-2016-S3 32.375%
OT-2017-S1 27.0%
OT-2017-S2 27.0%
OT-2017-S3 27.0%

A Central de Valores Mobiliários é um serviço da Bolsa de Valores de Moçambique, que tem como objectivo garantir maior transparência e segurança ao mercado de valores mobiliários, através das seguintes acções:    

  • Registo de todos os valores mobiliários em circulação no território nacional, representados por documentos fisicos ou não, cotados em Bolsa ou não, bem como o registo de novos valores mobiliários emitidos;
  • Facilitação e controlo de todas as transacções de valores mobiliários, nomeadamente, compras, vendas, trocas, empréstimos, transferências,entre outras;
  • Fornecimento de informação credível de forma a permitir um processo transparente e justo de exercícios de direitos de conteúdo social (participação em Assembleias Gerais, fusões, entre outros) e de conteúdo patrimonial (distribuição de dividendos, pagamentos de juros, direitos de subscrição, entre outros).    

Criação e Início

A Central de Valores Mobiliários foi legalmente criada pelo Governo de Moçambique através do Decreto n.º 25/2006, de 23 de Agosto, sendo a Bolsa de Valores de Moçambique a entidade gestora, responsável pela tomada de medidas de carácter organizacional, tecnológico, contabilístico e administrativo, que garantem o seu funcionamento. Contudo, a Central de Valores Mobiliários começou a operar efectivamente à 05 de Novembro de 2014.