Increase Size Decrease Size Reset font to default

Missão

Promover a captação, mobilização e alocação dos recursos financeiros, de forma eficiente, eficaz e transparente, para satisfazer as necessidades de financiamento dos agentes económicos, promovendo o desenvolvimento sustentável da economia.

Visão

Ser referência na oferta de oportunidades de conversão da poupança em investimento produtivo, contribuindo para o crescimento da economia e para a inclusão social e financeira.

Valores

• Transparência, credibilidade e equidade; • Conhecimento, competência e ética profissional; • Iniciativa, Inovação e Modernização; • Parceria e Colaboração Institucional; • Liderança e valorização Pessoal; • Patriotismo e responsabilidade social.

   

Sessão de Bolsa de 25 de Maio de 2017

Estado Moçambicano vai emitir Obrigações de Tesouro PDF Imprimir

De acordo  com a Lei Orçamental, a Lei 02/2010 de 27 de Abril o Governo de Moçambique poderá contrair no ano corrente, pela via de crédito interno, empréstimos até 8.528,8 milhões de Meticais.

Leia mais...
 
Regulamento do Segundo Mercado PDF Imprimir

A Bolsa de Valores de Moçambique, no uso das competências que lhe são atribuídas pelo n.º 2 do artigo 67 do Código do Mercado de Valores Mobiliários, aprova o Regulamento n.º 2/GPCABVM/2010, de 28 de Maio, REGULAMENTO DO SEGUNDO MERCADO.

 

Clique aqui para ver o Regulamento

 
Processo de Admissão à Cotação de Valores Mobiliários PDF Imprimir
A recente aprovação do Código do Mercado de Valores Mobiliários pelo Decreto-Lei n°.4/2009 de 2 de Junho, revogando o Regulamento do Mercado de Valores Mobiliários, aprovado pelo Decreto 48/98 de 22 de Setembro, torna necessária a actualização das normas relativas ao processo de admissão à cotação. Assim, no uso das competências que lhe são atribuídas pelo artigo 67 n° 2 do Código do Mercado de Valores Mobiliários, a Bolsa de Valores de Moçambique aprova Regulamento Nº 1/GPCABVM/2010, de 27 de Maio, atinente ao PROCESSO DE ADMISSÃO À COTAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS, que revoga a circular Nº2/GPCDBVM/99 de 15 de Setembro.

 

Clique aqui para ver o regulamento.

 
CMH- Financiamento para Expansão do projecto de Gás Natural de Pande e Temane PDF Imprimir

 

A Companhia Moçambicana de Hidrocarbonetos S.A. (CMH), representada pelo Senhor John Kachamila, Presidente do Conselho de Administração, a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), representada pelo Senhor Bruno Leclerc, seu Director em Moçambique, e o Banco Sul-africano de Desenvolvimento (DBSA), representado pelo Senhor William Lugemwa, Director do Departamento do Financiamento Internacional, assinaram no dia 20 de Maio de 2010, duas convenções de financiamento para a expansão do projecto de gás natural de Pande e Temane (Província de Inhambane), por um montante de 50 milhões de dólares pela AFD e de 50 milhões de dólares pelo DBSA, no montante total de 100 milhões de dólares, equivalentes a 3,5 biliões de meticais.

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 Próximo > Fim >>

Pagina 4 de 5
Bolsa de Valores de Moçambique © Todos os Direitos Reservados